quarta-feira, maio 27, 2009

Elogios

Não estou habituada a elogios... provavelmente por isso não lido muito bem quando os tenho...

Não sou particularmente uma pessoa fácil...
Digo o que penso, na hora o que faz de mim uma pessoa inconveniente.
Falo por todos os poros e pelo que consta 99,9% das vezes, a minha conversa é rotulada de conversa de m/$&a...
Não sou afectuosa, nem particularmente meiga...
Não digo regularmente que gosto das pessoas, por isso não espero que o façam...
Dou importância ás minhas pessoas mas de modo a que ninguém o saiba.
Tenho um feitio tramado, digamos horrível mesmo...
Sofro duma doença incurável de diarreia verbal...
Não gosto que se preocupem comigo, pelo menos não digo que gosto, mas no fim até me sinto bem com isso, quando não em demasia...
Digo a coisa errada no momento errado, metendo constantemente a pata na poça...
Não sou de longe a companhia ideal para nada... falo nos lugares de silêncio, canto nos concertos, não choro com os filmes melodramáticos, tenho um riso estridente e horroroso que entra nos tímpanos deixando um tilintar insistente.
Provavelmente não tenho muitos amigos, também não faço por isso, os que tenho chegam-me e preenchem-me.

Com isto, como disse inicialmente, não estou habituada a receber elogios, por isso também não sinto falta deles... habituei-me assim, não digo que gosto das pessoas as pessoas não dizem que gostam de mim...

Por isso, quando do nada me dizem que no sitio onde trabalho, as pessoas só lá vão por minha causa sinto-me elogiada...
Por isso, quando me dizem que fiz algo de mínimo bom, sinto-me elogiada...
Por isso, quando na rua me dizem bom dia e sorriem, sinto-me elogiada...
Por isso, quando vejo um amigo sorrir, sinto-me elogiada, porque faço parte de alguma coisa...

Porque é destes pequenos momentos que se tiram os melhores elogios... provavelmente os únicos... aos que me habituei a tomar como meus.



6 comentários:

Liliana disse...

E um elogio sabe sempre bem na nossa profissão!

Liliana :)

Pitacho disse...

Eu gosto de ti =P EH EH
Cada um tem uma maneira de ser, e sinceramente não te imagino de outra forma!
Que gosta..gosta, quem não gosta..tp!

Pinipóne disse...

Ora bem... conheço muito muito bem a sensação!

Bjito!!

Intruso disse...

tens mesmo a certeza que és mesmo assim?

Enfermeiro disse...

Passa no meu blog quando puderes :)

Lady me disse...

Esse teu auto-retrato não deixa de ser um bocado engraçado! A sério!

:)

Elogios são sempre bons, desde que sinceros :)

*