terça-feira, janeiro 04, 2011

Do ano velho

Do ano velho tinha tanta coisa a dizer... podia fazer um apanhado do que se passou em mais de 360 dias, podia focar determinado aspectos mais marcantes...
Podia dizer que fiquei efectiva no meu local de trabalho, podia dizer que consultas de psiquiatria ajudam as pessoas a não querer morrer, isso e comprimidos para dormir...
Podia dizer que há amigos que ficam permanecem, que há amigos que vêm, que há amigos que durante algum tempo permaneceram e depois desapareceram...
Podia falar desses tipos de amigos, podia dar nomes...
Podia dar horas de conversas perdidas e achadas.
Podia falar de ter tido uma semana inteirinha de férias no verão, no Algarve, com amigos...
Podia até dizer que ontem se abraçaram a mim (com 70 anos) a chorar, a dizer que fui a melhor coisa que lhe podia acontecer.
Podia falar de milhentas coisas....
Podia até fazer uma lista de coisas que quero fazer para o ano...
Podia expressar o meu desejo de manter a casa arrumada por mais de um semana seguida...
Podia tanta coisa.
Mas é ano novo.... e quero é aproveitar o que há de bom, porque de mau... isso não adianta nada...

1 comentário:

Susana Gatita disse...

Ora nem mais!
O ano passado já passou!
Bora lá viver um dia de cada vez o melhor possível.
Bom ano!